Rabanadas

Ontem estava com vontade danada de comer bolinhos de chuva, mas meus ovos acabaram e morri na vontade.
Hoje, minha amiga Da. Vilma trouxe um prato de rabanadas, que ela chama de fatias do céu (e estavam mesmo).   Hummm….estavam deliciosas e acompanhadas de um cafezinho ‘issssperrrrto’ feito pela Betinha, tudo de bom

Pela cara das meninas dá para ter idéia de quanto elas estavam gostosas.

Ingredientes
Pão Frances, ou pão de sal de preferencia amanhecido.
leite
açúcar
ovos
1 pitada de sal
óleo para fritar – o bastante

Finalizaçãoaçúcar já misturado com 1 colher de sobremesa de canela em pó





Modo de preparo
Em uma vasilha misture o açúcar ao leite – segredinho: o leite bem adoçado não deixa a rabanada encharcada de óleo. Geralmente uso 1 xicara de açúcar para 2 de leite.


Em outra vasilha bata os ovos,

Corte os pães com mais ou menos 2 dedos de espessura


Passe as fatias no leite (não deixe em imersão) só passe e retire em seguida, e depois passe  nos ovos batidos.

Frite por imersão deixando dourar de um lado, vire e deixe dourar do outro, retire e ponha sobre papel absorvente. Polvilhe com o açúcar e canela.

  obs.:  não pus quantidade de nada, porque depende de quanto voce tem de pão amanhecido. Usar quantidade de leite, açucar e ovos suficiente para molhar os pães.
Curiosidade:

Rabanada nasceu de restos de pães duros e que a maioria
das pessoas jogava fora. Na França a Rabanada é chamada
de Pain perdu.

Outra sugestão:

Podemos também fazer rabanadas com vinho do porto.

Em vez de  de leite, coloque duas xícaras  de vinho do porto (se não tiver vinho do Porto que é caro, uso vinho tinto bom) e uma de água e adoce com uma xicara de açúcar.  Repita o resto do processo.

Fica divino!