momento politico

Temos o poder nas mãos durante alguns segundos, durante aqueles em que apertamos os botões e votamos nos candidatados que escolhemos para nos representar. Se escolhermos um político que é ficha suja ou comprovadamente inábil para exercer o cargo, estamos escolhendo alguém corrupto e inútil para nos representar, ou seja, como se nós mesmos admitíssemos que também somos desonestos e desnecessários.O político é o nosso representante nas câmaras, assembléias, congressos e palácios.Ele é uma espécie de espelho daquilo que você deseja para si e para toda a sociedade.
Sãos os políticos que vão administrar o dinheiro dos impostos que são recolhidos do dinheiro que você ganha com seu trabalho. Se você votar em pessoas que são comprovadamente desonestas com certeza elas vão roubar ou facilitar para outras pessoas roubarem o seu dinheiro.Precisamos desenvolver uma consciência de respeito ao que é público nesse país, a termos respeito e carinho ao dinheiro e espaços públicos, como se eles fossem uma extensão das nossas casas e das nossas vidas.Uma praça também é nossa casa, assim como uma rua ou uma escola.Não jogaríamos sujeira no chão e nem depredaríamos nossas casas.Assim devemos fazer com os espaços públicos, extensões dos nossos lares, assim devemos pensar a respeito do dinheiro publico, extensão das nossas finanças.
A grande maioria da classe política desse país jamais teve a educação como prioridade, sabe porquê? Porque a educação tira a subserviência, a submissão e a ignorância do povo. Se a população tiver um alto nível de educação poucos políticos tradicionais, aventureiros e populistas seriam eleitos.Povo educado sabe reivindicar, sabe escolher, sabe se mobilizar para que toda a sociedade e não apenas alguns grupos, sejam beneficiados pela melhor distribuição de renda.Povo educado não interessa aos políticos no poder.
Um cidadão brasileiro tem o dever de gostar de política porque é através dela que tudo nesse país e decidido. Aqui é o país do futebol, mas também é o da política. Aqui tivemos Pelé, mas também Juscelino Kubistchek, Garrincha, mas também Tancredo Neves, Rivelino e também Ulisses Guimarães. Quem diz que não gosta de política só favorece aos populistas, aos aventureiros e corruptos, elas querem mesmo que os brasileiros só gostem de futebol.  
Por isso na se esqueça, os políticos que temos são imagem e semelhança do povo que somos.