Propagandas de cerveja


Também sou totalmente contra essas propagandas ridículas de cerveja, onde tudo é festa dentro de um boteco, onde pessoas arriscam a vida para “salvar” uma caixa da bebida boiando entre tubarões, onde tudo desce redondo, onde tudo acaba em “ÃO”. E depois ainda tem o cinismo de colocar o aviso “Beba com Moderação” (deve ser para rimar com o “ão”).
Vão aos barzinhos e depois saem com seus carros matando pessoas. Já ouvi gente dizer que “dirige melhor” depois de umas cervejas… Há pouco foi o caso do rapaz atropelado na calçada na Vila Madalena por um casal que acabava de sair de um barzinho. Políticos são pegos dirigindo alcoolizados. Aí o cara só faz o teste do bafômetro se quiser… Assassinatos cometidos por esses monstros são tratados como homicídio culposo, “quando não há intenção de matar”. Paga-se uma fiança e pronto, já estão liberados para continuar tomando suas cervejinhas e matando mais gente.
Enquanto isso, lá estão as propagandas mostrando a “festa”, onde quem bebe é o esperto e quem não bebe é o trouxa…


Infelizmente, esse é o Brasil.

A próxima vítima pode ser qualquer um de nós.

Antonio Carlos Saraiva Coelho
(meu primo querido)



Anúncios

Tristeza

DEVE CHAMAR TRISTEZA

Deve chamar-se tristeza
Isto que não sei que seja
Que me inquieta sem surpresa
Saudade que não deseja.
Sim, tristeza – mas aquela
Que nasce de conhecer
Que ao longe está uma estrela
E ao perto está não a Ter.

Seja o que for, é o que tenho.
Tudo mais é tudo só.
E eu deixo ir o pó que apanho
De entre as mãos ricas de pó.

Fernando Pessoa

É com pesar que venho por meio desta mensagem mostrar meu profundo sentimento pelo falecimento de minha querida amiga, Mirian, ocorrido nesta madrugada. Foi  um acidente horrivel, onde ela e sua  filha morreram atropeladas em frente ao Shopping Villa Lobos, por uma pessoa inconsequente e ao que tudo indica estava alcoolizada. Infelizmente nem tudo acontece como imaginamos, mas Deus sabe o que faz.

Esta na hora da sociedade se movimentar, pois é inaceitavel que se faça   propaganda de bebida alcoolica de qualquer especie, inclusive a maldita cervejinha, pois é de latinha em latinha que se cria um acidente.