Mia Couto

 Faz pouco tempo que li  o livro A Varanda do Franjipani,  de Mia Couto (será que é meu parente)  escritor moçambicano. Gostei muito da forma como ele narra a estoria, como ele inventa palavras. A sua linguagem extremamente rica e muito fértil em neologismos confere-lhe um atributo de singular percepção e interpretação da beleza interna das coisas.

Quem tiver oportunidade de ler trabalhos  desse escritor,  com certeza vai gostar.  Eu recomendo