LATONAGEM


Materiais necessários:

2 folhas  descartáveis ​​de alumínio
1 agulha de tricô
pincel
Várias  tintas acrílicas metálicas
tinta primer
Um quadro de avisos de cortiça e 1 moldura
Tachinhas

Comece medindo e corte 4 quadrados de cada folha de aluminio. Use uma régua para medi-los, marcar a  folha pressionando com uma agulha de tricô ao longo da régua, depois basta cortá-las com uma tesoura. Com  a régua faça uma marcação de  1/4 ”  nos quatro lados do seu quadrado, usando a agulha de tricô.


Use a tesoura para cortar um entalhe em cada canto. Em seguida, dobre o metal com cuidado ao longo de linha marcada . Isto irá criar uma borda lisa como acima.


Depois  pegue algum risco que goste. Colocando a folha de metal encima de uma toalha dobrada. Utilize uma agulha de tricotar para pressionar o desenho no metal. Para sua comodidade, você pode baixar os padrões da net


Aqui, o azulejo de metal é mostrado com o padrão marcado para ele. Mantendo a folha sobre a toalha dobrada, então use a extremidade do cabo do  pincel para esfregar suavemente o risco  no metal onde quiser. Quanto mais você esfrega, mais profundo fica o sulco, que pode ser onde voce achar melhor, só tome cuidado para não usar uma tonelada de força no  alumínio, que  é um metal muito fino.

Assim que a peça for calcada de maneira satisfatória, é hora de pintá-la. Você certamente poderia deixá-la sem pintura nesta fase, mas eu, particularmente, gosto de   cores.  Primeiramente de uma leve pulverizada com primer em cada peça. Uma vez  seca, comece pintando as áreas afundadas, utilizando tinta acrílica metálica.

Depois que todos os sulcos foram pintados,  adicione uma cor de base para as áreas levantadas.  Acrescentou detalhescom um pouco de tinta acrílica preto metálico e adicioná-lo às linhas e bordas dos recortes, dando-lhe um olhar antigo

Depois de pronto os ladrilhos, pregue-os em uma placa de cortiça com pequenas tachinhas e finalmente enquadre numa moldura.

O TROCO

Para alegrar um pouco o nosso dia.



Um milionário, de passagem por São Paulo, entra no luxuosíssimo restaurante e senta no piano

 bar.

Chama o Chef, pede uma dose de uísque Royal Salute e reserva uma mesa para jantar.

Após a quarta dose indica ao Chef que irá para a mesa, sendo atendido prontamente.

Sentado, consultando o menu sem preços, se surpreende quando o Chef, em pé ao seu lado diz:

– Doutor, é política da casa informar aos clientes o valor das contas
separadas da mesa, no seu caso a do piano bar: sua despesa foi de R$ 0,60.

– Acho que houve um engano. Eu tomei quatro doses de Royal Salute.

– Com todo o respeito, nós nunca nos enganamos: quatro doses a 0,15 centavos cada dá
 exatamente 0,60 centavos.

– Tudo bem, não quero discutir, vamos à comida, anote, por favor:

– Sim senhor. O que gostaria de comer?

– De entrada eu quero caviar da Ucrânia com lentilhas finlandesas; depois Salmão da
 Escandinávia com recheio de gengibre sul-africano e batatas inglesas douradas em queijo de 
cabras francesas. Ah! E para beber, um Rotchilld safra 1891.

– Ótima escolha Doutor, mas cabe a mim como chef, alertá-lo que isso ficará um pouco caro.

– Olha amigo, primeiro eu não perguntei o preço e, segundo, estou achando que isso aqui é 
uma casa de malucos, mas já que você quer, fale.

– Pois não Doutor, o seu pedido vai ficar em R$ 18,00.

– Você está querendo me sacanear? Cadê o dono dessa merda?

– Está lá em cima com a minha mulher.

– E o que é que ele está fazendo lá em cima com a sua mulher?

– O mesmo que eu estou fazendo aqui embaixo com o restaurante dele…