Ziper ou fecho eclair

Tipos de zíper
Ziper fechado comum (Coil ziper)
De nylon ou poliéster, são usadoa para quase todos os tipos de peças. Uma espiral continua de dentinhos pregada a uma fita de tecido. São leves, flexíveis e correm fácil. Uma boa escolha para quem precisa de resistência ao calor e a ferrugem.
ziper - coil
Ziper invisível (Invisible zipper)
Muito usado em vestidos e saias, quase não dá para vê-lo ali, juntando as duas partes do tecido. Também são feitos de nylon ou poliéster, mas tem o puxador bem fininho, em forma de gota.
ziper - invisivel_gde
Zíper aberto (Separating zipper)
São zíperes próprios para abrir em cima e embaixo, para separar totalmente a peça. Muito usados em blusas, casacos e peças com a frente totalmente aberta.
ziper - aberto
Zíper de metal (Metal zipper)
Diferente dos zíperes comuns, que tem uma espiral contínua de dentes, os zíperes de metal tem os dentes presos individualmente na tira de tecido. Os dentes são feitos de alumínio ou níquel e são indicados para peças mais pesadas, como calças e jaquetas em jeans ou couro.
ziper - metal
Zíper de plástico moldado (plastic molded zippers)
São como os zíperes de metal, mas com grandes dentes de plástico, também pregados um a um na fita de tecido.
ziper - Plasticr
Zíper parte a parte
O zíper é formato basicamente por três partes: A fita de tecido (tape), a carretilha/puxador (slider/pull tab) e a corrente ou trilho (chain) de dentes (teeth). As outras partes marcadas na imagem são: as travas (top stop/bottom stop), as sobras de fita (top tape extension/bottom tape extension) e a largura da fita de tecido (tape width).
ziper - parte a parte1
Os zíperes abertos também tem a caixa (retainer box), a ponteira (insertion pin) e reforço (reinforcement film).
ziper - parte a parte2
Pela ABNT, cada uma dessas partes tem um outro nome, mas eu prefiro usar os comuns, que todo mundo entende, a esses todos empetecados que você só aprende nos cursos. Enfim, se você é estudante de moda ou de algum outro curso relacionado a área têxtil, fica a dica:
ziper - parte a parte abnt
Tamanhos de zíper
O tamanho do zíper é medido de “metal a metal”, ou seja, de trava a trava.
ziper - trava a trava
No zíper fechado, a medida começa na trava superior e termina na inferior, e no aberto, começa na trava superior e termina na caixa. As sobras da fita de tecido não contam.
Você vai encontrar zíperes em vários tamanhos, mas se não tiver exatamente aquele que você precisa, pode improvisar: alguns pontinhos na base e tudo se acerta.
ziper - trava com ponto
Numeração do zíper
Além da medida, o zíper também tem uma numeração, normalmente impressa no avesso. Essa numeração é da largura do trilho. Um zíper número 3, tem um trilho de 3mm. Já o de número 5, tem um trilho de 5mm.
ziper - numeracao
Prometo fazer uma série em breve sobre como pregar cada um deles, ok?
Para pesquisar mais sobre zíperes:

Leia mais: * Quero aprender a costurar! * — Como Faz? http://comofaz.net/category/quero-aprender-a-costurar

Riscos de Páscoa –

                                    “
Aqui estão mais alguns riscos de coelhos, que achei na Net, e podem ser usados agora para a Pascoa e também para decoração de quarto ou roupas para bebe, que vão ficar um charme.  Achei todos uma graça, e servem para ser pintados em tecido ou madeira e também para aplicação em patch.
O primeiro dos desenhos acho que vou colocar num pano de prato.  Já imaginaram esse coelhinho aplicado, deve ficar um show.

Ponto rococó

Ponto Rococó ou

Bullion stitch


(1) Enfie a agulha no ponto A e puxe a linha. Insira a agulha no ponto B e faça ela sair do ladinho (esquerdo) do ponto A, mas não puxe a linha. (2) Esta é a parte mais delicada: segure a agulha e enrole cuidadosamente o fio na agulha.(3) Empurre delicadamente, faça com que as voltinhas fiquem bem próximas ao tecido, sem embolar. Pesquise qual é a posição mais confortável para você, procure trabalhar com as duas mãos. (4) Segure a molinha entre seus dedos (sem apertar muito senão a agulha não passa e sem deixar frouxo, para as voltinhas não bagunçarem) e puxe a agulha. É importante que a molinha esteja segura bem próxima do tecido. (5) Pronto, você está quase lá! Se algum fio estiver mais repuxado que outro, ajuste-os com a cabeça da agulha. (6) Insira a agulha bem ao lado (direito) do ponto B e puxe para baixo. Sua molinha está pronta! IMPORTANTE: Repare que a distãncia entre A e B é que vai determinar o tamanho da molinha. Quanto mais voltas você der na agulha, maior vai ficar a molinha, com o formato de um arquinho.

Montando a Rosinha: (7) faça 3 molinhas paralelas (enrole o fio na agulha até você sentir que a molinha está do mesmo tamanho da distância entre A e B). Faça uma molinha mais folgada na transversal. (8) Faça outra transversal, desta vez bem mais arqueada (dê mais voltas com a linha na agulha). (9) Faça a última transversal. As setinhas indicam somente a direção em que você deve enfiar a agulha no tecido quando for fazer as molinhas transversais.
Folhinhas: As folhinhas eu fiz com ponto reto. Utilize a agulha para ver a direção e como vai ficar o ponto, só depois puxe a linha. Qualquer dúvida  escrevam para http://moldebordadotricocroche.blogspot.com