Pensamentos

No price is too high to pay for the privilege of owning yourself.

Friedrich Nietzsche

O texto abaixo é de Patricia Mota:

Abre as mãos, larga as amarras dos que não te pertencem, mantém-te são, estável, inabalável. Apaga as memorias que já não são tuas. Não sorrias e não chores. Não sejas quem querias ser, não sejas quem os outros gostariam que fosses, não sejas quem és. Não sejas ninguém. Volta-te de mãos vazias e, principalmente, cheio de espaço entre os braços. Volta-te como ser novo, vazio das coisas sem importância, vazio de histórias, de memorias, vazio de fantasmas. Volta-te como pessoa indefinida, sem conceitos, sem opiniões formadas.

Vais ter espaço entre as mãos para agarrares todas as oportunidade, ter lugar no meio dos braços para fortes abraços, espaço para aprender, espaço para amar. Vais ter espaço para te criares, ao lado de quem quiseres, como se fosse sempre a primeira vez. Vais ser tu, sem barreiras, aventureiro e livre. Vais saber escolher o melhor caminho, a melhor companhia. Vais ser teu e, vais saber dar o melhor de ti. Porque em ti não há nada do que foste, nada do que te fizeram ser. De ti, agora, existe um vazio pronto para preencher, um vazio pronto para recomeçar. Constrói-te, do zero, como se fosse a primeira vez.

(Re)Ergue-te e, começa de novo.

Se pudéssemos não escolheríamos todos começar de novo?

Leão, leão, leão

Posted by Picasa
Fiz esta colcha para meu netinho João, que é um leãozinho.  O desenho é de Cheri Allen que  eu peguei da revista Quiltmaker, nr. 66, de 1999.  Quando vi este quilt me apaixonei e não sosseguei enquanto não fiz, mas faltava uma oportunidade e um destino, pois enfrentar um leão não é para qualquer um.  Quando o João chegou  arregassei as mangas, creei coragem e “voilà”  e aí esta meu trabalho,  que acho que esta linnndooo.

Novo Endereço

 

Santa Bete

Posted by Picasaimagens aliete 021.jpgimagens aliete 022.jpgimagens aliete 023.jpg

Ola!

O Espaço da Lili esta de casa nova e com a minha cara. Mudei ha poucos dias e as coisas já estão em ordem, graças a sta.Bete que me ajudou muito.

Os cursos também já estão a todo vapor.

Espero que gostem.

O novo endereço é: Rua Dr. Odon Carlos de F. Ferraz, 1260
Pq. São Domingos

Fone :  3774-1548

Mia Couto

 Faz pouco tempo que li  o livro A Varanda do Franjipani,  de Mia Couto (será que é meu parente)  escritor moçambicano. Gostei muito da forma como ele narra a estoria, como ele inventa palavras. A sua linguagem extremamente rica e muito fértil em neologismos confere-lhe um atributo de singular percepção e interpretação da beleza interna das coisas.

Quem tiver oportunidade de ler trabalhos  desse escritor,  com certeza vai gostar.  Eu recomendo

Pintei esse pano de prato com crisantemos  ja faz algum tempo e eu ameeei.  Pena que aparecem as dobras do pano, acho que deveria ter passado a ferro antes de fotografar.  Ainda sou amadora na arte de blogar, um dia eu aprendo e  chego lá. rsrrs.

100° Ano do Dia Internacional da Mulher

FEMININA
(L&M: Alfredo S.V. Coelho)

Feminina
é fábrica de linha tecida
ardendo nas chamas da vida
é a força com que a vida mesma
se fabrica nas tramas da sina

Feminina
é a raiva, é a revolta incontida
contra o que não dá pra aceitar
é o que dá liga à massa do pão
bem sovada, pronta pra assar

Feminina
é brisa soprando entre as folhas das árvores,
é a canção das águas que correm pro mar,
é a presença divina em todas as coisas
que esperam o tempo de desabrochar
em todas as coisas é ela a presença divina…

Lindo,não?
Alfredo é meu priminho lindo.

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Somos o sexo belo.
Não precisamos usar gravatas.
Sentar de pernas cruzadas não dói.
Se resolvermos exercer profissões predominantes masculinas, somos pioneiras, eles bichas.
Nossa inteligência é compatível com a de qualquer homem, mas nossa aparência é melhor.
Se matarmos alguém, e provarmos que foi na TPM, é atenuante.
Nosso cérebro dá conta do mesmo serviço, mesmo com 6 bilhões de neurónios a menos.
Somos capazes de prestar atenção em várias coisas ao mesmo tempo.
Sempre sabemos onde estão as meias. – Se casarmos com o herdeiro do trono, seremos rainhas.
Somos nós que somos carregadas na noite de núpcias. – Somos nós que decidimos quanto à reprodução.
Sentimos o bebé mexendo.
Amamentamos.
Temos 4 meses de licença maternidade. – Sempre estamos presentes no nascimento dos filhos.
Somos a estrela no casamento. – Alguém já ouviu falar em “muso” inspirador?
Vivemos mais. Somos mais resistentes à dor e às infecções.
Podemos dormir com uma amiga sem ser chamada de lésbica.
Namorado de amiga nossa para nós, é homem. – Não investigamos barulhos suspeitos à noite.
Somos mais sensíveis.
Temos um dia internacional. – E por último, fazemos tudo que um homem faz, e de salto alto! MARAVILHA!!!

Feliz dia Internacional da Mulher

Autor desconhecido (acho que deve ser autora)