Memórias de Minhas Putas Virgens

Terminei de ler mais um livro de Gabriel Garcia Marquez “Memórias de Minhas Putas tristes” e não gostei. Acho que esse livro faz uma apologia a pedofilia, pois conta a estoria de um ancião, que ao completar noventa anos quer ter uma relação com uma menina virgem. Uma cafetina lhe arranja uma menina de quatorze anos, pela qual ele se apaixona e lhe dá um novo sentido a vida. Pode ser muito romantico mas é nojento.
Olha que não sou puritana. Fico imaginando meu pai, com oitenta e oito anos se presenteando com uma jovem ninfeta. Não dá!
Também li “Amor no tempo do colera”,do mesmo autor e achei massante, apesar da maioria das pessoas que eu conheço que o leram acharem maravilhoso. Talves seja critica demais. Sei que é impossivel agradar a todos.
Agora comecei a ler “O livreiro de Cabul” de Asne Seierstad, jornalista norueguesa e estou adooraaando. Ela relata as contradições extremas da vida afegã. Em pleno século XXI a mulher ainda é vista como um simples objeto, principalmente no oriente médio.
Nós, mulheres, ocidentais somos muuuito felizes e não sabemos, isso se comparado a vida das mulheres do lado de lá do mundo.

Colcha para um lindo menino






Esta colcha estava encantada, demorei um século (nem tanto) para termina-la. Sempre que eu começava a trabalhar nela algo acontecia, mas fui determinada e finalmente terminei. Esta colcha foi feita com o protetor de berço que havoa feito quando o Pedro nasceu. Ele cresceu e as peças estavam quase novas, então sua mãe me pediu que eu as transformasse em uma colcha de solteiro. Desmanchar é o que há de pior, tem que se ter um cuidado para não estragar o que esta bom, mas valeu a pena. Esta colcha é dupla face, como pode se observar. De um lado e clara e do outro escura.

Caixa de remédios



Minha aluna Tania fez esta caixa para guardar os remedinhos de sua filhotinha.
Foi usado um papel com estampas de enfermeira e remédio, especial para decoupage.
Ela me disse que a caixa esta fazendo o maior sucesso entre suas amigas, que também querem uma igual.